Slideshow

07/07/2018 09:03 esportes.r7.com

Após queda na Copa, Neymar fecha temporada abaixo do que esperava

 

A eliminação da seleção brasileira para a Bélgica fecha uma temporada que, para Neymar, ficou abaixo do esperado.

O camisa 10 do Brasil desejava ser eleito o melhor jogador do mundo. Para isso, mudou-se do Barcelona ao PSG, onde esperava liderar a equipe na busca pelo primeiro título da Liga dos Campeões do clube.

Além disso, tinha a ambição de ser campeão mundial com o Brasil. O desfecho, no entanto, acabou sendo bem diferente.

O brasileiro conquistou apenas títulos domésticos com o PSG: Campeonato Francês, Copa da França e Copa da Liga Francesa. Muito abaixo do que ele próprio esperava. 

Relembre os momentos que mostram que a temporada de Neymar foi frustrante:

Saída polêmica do Barcelona

Na Catalunha, Neymar fazia ótima parceria com Lionel Messi e Luis Suárez. Apesar das conquistas junto de seus amigos e companheiros de equipe, o desejo de ser o melhor jogador do mundo o fez mudar de equipe.

Em agosto de 2017, Neymar se mudou para o PSG e protagonizou a transferência mais cara da história do futebol. Os torcedores do Barça demonstraram mágoa com sua saída, e alguns chegaram até a queimar camisas do craque.

Briga com Cavani

Não demorou muito, e o brasileiro logo viveu sua primeira polêmica em Paris. Em setembro, o camisa 10, que queria ser o líder técnico do PSG, envolveu-se em polêmicas com Edinson Cavani, ídolo do clube.

O uruguaio era o cobrador oficial de pênaltis da equipe. Mas o brasileiro queria ser responsável por essa função, o que gerou desavenças entre os dois atacantes.

Desentendimento com treinador

As desavenças não foram apenas com Cavani. Em novembro do ano passado, o jornal francês L'Équipe noticiou que havia uma rixa entre Neymar e Unai Emery, então técnico do PSG.

De acordo com a publicação, que afirmava haver um abismo entre os dois, o craque apoiava cada vez menos o técnico, o que se manifestava dentro do elenco.

Lesão

Ao fim de fevereiro (25), Neymar sofreu lesão no pé direito em jogo diante do Olympique de Marselha, pelo Campeonato Francês. 

Três meses afastado, ele só retornou na preparação da seleção brasileira para a Copa do Mundo, ao fim de maio.

Eliminação para o Real Madrid na Champions

Todas as polêmicas envolvendo Neymar teriam sido apenas uma mera lembrança para o atacante se ele tivesse vencido a Liga dos Campeões.

Como seu objetivo era ser eleito o melhor jogador do mundo, bastava um título do calibre da Champions League — com protagonismo do craque — para que ele alcançasse suas ambições.

Porém, logo nas oitavas de final, o PSG teve pela frente o Real Madrid, que venceu os dois jogos, avançou de fase e foi campeão da competição. O camisa 10 jogou apenas a partida de ida. Na volta, em março, já estava lesionado.

Fama de cai-cai volta a ganhar força na Copa

Neymar se recuperou a tempo de jogar a Copa do Mundo e, na Rússia, foi muito criticado pelo quantidade excessiva de simulações de faltas. Um jornal chegou até a contar quantos minutos da Copa Neymar passou caído no chão.

Questionado sobre as críticas, ele as ignorou e apenas afirmou que foi para a Rússia "para ganhar".

Eliminação para a Bélgica

Nem tudo estava perdido para o objetivo de Neymar — de ser o melhor do mundo — se o atacante faturasse o título do Mundial de 2018 com boas atuações.

Com três vitórias e um empate, o Brasil chegava bem ao confronto diante da Bélgica, nas quartas de final.

Com dois gols na competição, Neymar poderia ter a atuação que precisava para se colocar como um dos melhores nomes do Mundial e na busca pelo título.

Mas, o que houve em campo foi um pouco distante do que o camisa 10 imaginava: um show da seleção belga na primeira etapa e uma atuação apagada do craque brasileiro, que resultaram na eliminação brasileira da Copa da Rússia.


versão Normal Versão Normal Painel Administrativo Painel Administrativo